PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 30 de agosto de 2016

DEBANDADA! Crescimento de Zé Vieira faz candidatos a vereador de Roberto Costa mudarem de lado

TUDO INDICA QUE SEJA APENAS O COMEÇO DA MAIOR DEBANDADA DA HISTORIA POLÍTICA DE BACABAL.


Foi só Zé Vieira (PP) dar inicio a sua campanha política colocando em campo seu time com o intuito de retornar para a prefeitura de Bacabal, que eleitores fanáticos, indecisos e admiradores da gestão testada e aprovada de Zé Viera começaram a espalhar pela cidade a frase que se tornou a mais comentada dos últimos dias: "ZÉ VIEIRA VOLTOU, ZÉ VIEIRA VOLTOU!"
Isso porque o momento em que vivemos impede os eleitores de se aventurarem; o perfil do prefeito desejado pelo povo é o de gestor experiente, que as pessoas conheçam e que saibam que ele realmente vai fazer a diferença. 

E se do lado de cá (Zé Vieira) está só alegria, parece que do lado de lá (João Alberto / Roberto Costa) a coisa feia, muito feia!
 
LUIZINHO (AZUL), FABILSON (BRANCO) E NANAL (VERDE).

Explico: Na tarde de hoje, terça-feira (30) os candidatos a vereador Nanal do Posto e Luizinho dos Padeiros ambos do PSB e integrantes da coligação de Roberto Costa, resolveram através de articulação política feita pelo empresário Fabilson (Partido Solidariedade) apoiar o candidato a prefeito de Bacabal do Partido Progressista Zé Vieira!

Pensando já estar eleito e sem contar com o favoritismo do principal adversário (Zé Vieira), Roberto Costa agora se pergunta porque os seus candidatos a vereador estão lhe abandonando e partindo para apoiar a candidatura de Zé Vieira e Florêncio Neto.
PULANDO PRO LADO DE ZÉ VIEIRA:
A informação quentinha do Blog do Israel é que até sexta-feira (02) pelo menos outros cinco candidatos a vereador da coligação do Roberto devem anunciar a mudança de lado, e adesão ao 11 de Zé Vieira!

Candidatura Zé Vieira é alvo de Notícia de Inelegibilidade; jurídico alega extemporaneidade é diz que pedido não preocupa


Alegando ausência de condições de elegibilidade, e enquanto o ex-prefeito José Vieira Lins percorria o principal centro comercial de Bacabal, a Rua Grande, lançando oficialmente a sua candidatura a prefeitura de Bacabal em 02 de outubro, o bacabalense Elivaldo Pereira Neco dava entrada no cartório eleitoral da 13ª zona, em uma 'Notícia' contra o registro da candidatura do ex-prefeito e ex-deputado federal.

A Notícia

Elivaldo alega que "o noticiado pleiteou perante essa 13ª Zona Eleitoral registro de candidatura por ter sido escolhido em convenção partidária, conforme editais publicados no Átrio do Cartório Eleitoral. No entanto, José Vieira Lins foi condenado na Ação Civil Pública nº 279-56.2003.8.10.0024, por ato de improbidade administrativa, tendo-lhe atribuídas, entre outras sanções, a SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS, pelo período de três anos".
Diz ainda o pleiteante  que "a Primeira Câmara Cível do Egrégio Tribunal de Justiça
do Estado do Maranhão (Apelação Cível nº 38134/2010 - Bacabal), por unanimidade, negou provimento ao recurso em 04.04.2013. Insatisfeito, Zé Vieira Lins interpôs Recurso Especial ao Superior Tribunal de Justiça (Resp nº 1.407.199 - MA), sendo-lhe negado seguimento em 29 de fevereiro de 2016 (publicação no DJ Eletrônico em 11.03.2016) começando a fluir a partir de então o prazo para interposição de qualquer outro apelo".
Elivaldo continua sua tese afirmando que "por derradeiro, e como último ato de desespero, JOSÉ VIEIRA LINS interpôs Agravo Interno em 28.03.2016 contra decisão do STJ, que negou seguimento ao seu Recurso Especial. Porém, conforme consta da CERTIDÃO do Superior Tribunal de Justiça em anexo, o prazo para interposição do
Agravo Interno começou a fluir no dia 14.03.2016 e encerrou-se em 18.03.2016, senão vejamos: "CERTIFICO QUE O PRAZO PARA INTERPOSIÇÃO DE AGRAVO INTERNO COMEÇOU A FLUIR NO DIA 14/03/2016 E ENCERROU-SE NO DIA 18/03/2016". Verifica-se, que o Agravo Interno foi interposto somente no dia 28.03.2016, portanto 10 (dez) dias após o término do prazo para interposição do aludido recurso".

Diz ainda o noticiador 'que "DO DIREITO O Impugnado encontra-se SEM CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADE porque, tendo transcorrido in albis o prazo para interposição de recurso, restou hígida a decisão de primeiro grau, da Comarca de Bacabal, que o condenou a suspensão de seus direitos políticos pelo prazo de três anos, tendo esses três anos começado a afluir a partir de 19 de março do corrente ano'.

E continua '"e outro lado, CONDIÇÃO DE ELEGIBILIDADE Excelência, acrescento, ainda, que a notícia aqui perpetrada é matéria de ordem pública, podendo, portanto, o Juiz apreciá-la a qualquer tempo, por se tratar de CONDIÇÃO DE ELEGIBILIDADE, conforme inúmeros julgados: I - PROCESSO DE REGISTRO DE CANDIDATURA: CISÃO EM DUAS DECISÕES DO SEU JULGAMENTO CONFORME O OBJETO DO JUÍZO (RES./TSE 20.993/2002, ART. 31): EFEITO PRECLUSIVO DA DECISÃO DO PROCESSO GERAL RELATIVO A PARTIDO OU COLIGAÇÃO EM TUDO QUANTO NELA CAIBA EXAMINAR (RES. CIT., ART. 31): CONSEQÜENTE VINCULAÇÃO DA DECISÃO DO PROCESSO INDIVIDUAL DE CADA CANDIDATO (RES. ART. 31, II E III) AO QUE
A RESPEITO HAJA SIDO OBJETO DAQUELA DO PROCESSO GERAL: NÃO-CABIMENTO DE RECURSO INTERPOSTO NO PROCESSO INDIVIDUAL PARA REVISÃO DE QUESTÃO DECIDIDA NO PROCESSO GERAL, NO SENTIDO DA ILEGITIMIDADE DOS REQUERENTES PARA IMPUGNAR A VALIDADE DA CONVENÇÃO PARTIDÁRIA - EM QUE INDICADOS OS CANDIDATOS DA AGREMIAÇÃO E SUA INTEGRAÇÃO A DETERMINADA COLIGAÇÃO - E DA IMPOSSIBILIDADE DE CONHECER DE SUAS ALEGAÇÕES COMO NOTÍCIA (RES./TSE 20.993/2002, ART. 37). II - CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADE: A DENÚNCIA DA CARÊNCIA DE QUALQUER DELAS COM RELAÇÃO A DETERMINADO CANDIDATO, AINDA QUE PARTIDA DE CIDADÃO NÃO LEGITIMADO A IMPUGNAR-LHE O REGISTRO, É DE SER RECEBIDA COMO NOTÍCIA, NOS TERMOS DO ART. 37 DA RES./TSE 20.993/2002, NA INTERPRETAÇÃO DA QUAL NÃO CABE EMPRESTAR À ALUSÃO À INELEGIBILIDADE FORÇA EXCLUDENTE DA POSSIBILIDADE DELA VALER-SE O CIDADÃO PARA ALEGAR CARÊNCIA DE CONDIÇÃO DE ELEGIBILIDADE PELO CANDIDATO, QUE, COMO A PRESENÇA DE CAUSA DE INELEGIBILIDADE STRICTO SENSU, PODE SER CONSIDERADA DE OFÍCIO NO PROCESSO INDIVIDUAL DE REGISTRO. RESPE nº 20267 - Brasília/DF. Acórdão nº 20267 de 20/09/2002. Relator(a) Min. JOSÉ PAULO SEPÚLVEDA PERTENCE. - destacamos - Portanto, digna Magistrada, como assentado no aresto acima, entre muitos outros, a denúncia de ausência de condição de elegibilidade por FALTA DE QUITAÇÃO ELEITORAL é matéria de ordem pública, e como tal há de ser cognoscível ex officio por Vossa Excelência'.

Por fim  Elivaldo Pereira Neco requer que seja acolhida esta NOTÍCIA para indeferir o pedido de registro de candidatura José Vieira Lins ao cargo de prefeito de Município de Bacabal no pleito de 2016.


A defesa

A defesa afirma que todos as questões levantadas pelo noticiador já foram amplamente debatidas e esclarecidas junto ao Juízo competente e que, embora a notícia de inelegibilidade esteja prevista em Lei, ela só tem o fulcro de informar, nunca impugnar. Ademais, segunda a coordenação jurídica do candidato José Vieira Lins, o eleitor não tem legitimidade para pedir a impugnação, e que o Ministério Público Eleitoral, caso ainda não tivesse feito isso, apenas usaria a Notícia como base do pedido. Por fim a coordenação jurídica afirma que pedido foi dado entrada foram de prazo, conforme mostra a certidão acima.

Por Abel Carvalho

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

JRC Produções explica ação do MP-MA em Itapecuru Mirim; divulgação exaustiva em Bacabal não passa de perseguição política

O empresário Jaime Rocha da Costa, sócio gerente da JRC Produções,e  a propósito de ação civil pública movida contra a prefeitura municipal de Itapecuru Mirim, que acabou envolvendo, também, a sua 'firma', se manifestou de público explicando que, mesmo confiando plenamente no trabalho da comissão de licitação daquele município, não tem responsabilidade de nenhum tipo sob o gerenciamento do processo.

Jaime Rocha avalia que a medida adotada pelo Ministério Público Estadual do Maranhão está calçada em fatos que não se sustentam, pois, assegura, todos os pontos acordados foram regiamente cumpridos dentro do que ficou estabelecido. O empresário também explica que o valor acertado como cachê é praticado dentro do Estado do Maranhão e fora dele, nas cidades em que a artista contratada se apresenta rotineiramente.

Sem contestar a iniciativa do Ministério Público, Jaime frisa que, para esse tipo de realização de evento, não existe a necessidade da formalidade da licitação, mas assegura que essa licitação foi feita dentro dos preceitos estabelecidos pela legislação, não ferindo nenhum dos seus itens.
O Diário Oficial do Estado mostra que a prefeitura municipal de Itapecuru Mirim publicou o aviso de licitação do caso questionado pelo MP em sua edição do dia 08 de julho de 2.016.
Acrescenta o empresário que a JRC detêm a expertise exigida por Lei, tem uma equipe que entende do trabalho que lhe é proposto,  cumpri todos os requisitos de qualificação legal, tributária, contábil e técnica.

Para concluir Jaime Rocha contesta os fatos que foram ajuntados a ação a revelia do Ministério Público, dando a peça uma conotação política, assegurando que nunca prestou serviços a prefeitura municipal de Bacabal, e que, como cidadão tem o direito de exercer a sua cidadania, militando em outros campos empresariais e de negócios, além de militar no campo político, na condição de presidente municipal de uma legenda que tem destaque nacional e estadual, inclusive com candidatura própria a prefeitura de Bacabal.
 


JAIME ROCHA  

Jaime além de ser proprietário da empresa em questão, a JRC Produções, exerce também com prestigio, experiência e confiança atribuída as funções de diretor da mais assistida emissora de televisão de Bacabal e, de presidente do diretório municipal do Partido Progressista (PP) que tem como candidato a prefeito nas eleições deste ano o ex-deputado federal Zé Vieira, e é considerado pela organização e credibilidade que conquistou no decorrer de sua bem sucedida carreira profissional a pessoa ideal para a coordenação de uma campanha política; ao lado de um grande profissional do marketing e do deputado estadual Carlinhos Florêncio Jaime tem se tornado o para-choque da campanha de Zé Vieira, pois tem alcançado resultados satisfatórios.
Sem duvidas esse pode ter sido o motivo para que o caso envolvendo sua empresa tenha sido divulgado exaustivamente nas duas emissoras de TV (DIFUSORA - DO DEPUTADO E CANDIDATO A PREFEITO ROBERTO COSTA E NOVA ESPERANÇA - ARRENDADA PARA O SENADOR JOÃO ALBERTO, ADVERSÁRIO NATO DE ZÉ VIEIRA), numa medida inconsistente de tentar desgastar a imagem de Jaime para assim tentar atrapalhar a campanha de Zé Vieira. 
EM TEMPO: Quem conhece o diretor da TV Mearim, Jaime Rocha, sabe que, a experiência que ele tem nesse meio jamais lhe possibilitariam se deixar abater com qualquer tipo de retaliação pelo trabalho desenvolvido. Pra quem não conhece; garanto que o principal coordenador da campanha de Zé Vieira está mais forte do que nunca!

Do Blog do Abel Carvalho, com edição. 
 

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Definida a programação da Independência do Brasil em Bacabal


Secretaria Municipal de Educação de Bacabal ao longo dos últimos três anos resgatou de forma brilhante o Desfile de 7 de setembro. A cada edição o evento se notabiliza pela expressão cultural exibida na avenida abordando temas relacionados a educação, a família e aos valores cívicos.
Para este ano a programação já está definida e promete repetir o mesmo sucesso dos anos anteriores.
Com o tema: “A Leitura e a Escrita na Construção dos Valores Cívicos” o desfile vai reunir alunos desde a Pré-Escola até o 9º Ano do Ensino Fundamental da Rede Pública Municipal de Ensino, além do Colégio Militar Tiradentes e Escola Adventista.
Também já confirmaram presenças o Corpo de Bombeiros, APAE, Policia Militar, PROERD, Programas e Projetos da Secretaria de Assistência Social, Departamento Municipal de Trânsito através do PROETRAN, Escoteiros e Desbravadores, Bombeiros Mirins dentre outras atrações.


Cabe ressaltar que as oito bandas “FANFARRAS”, que acompanharão o desfile são formadas com os alunos participantes do Programa Mais Educação, que tem como objetivo incluir as crianças em atividades socioeducativas no contra turno escolar.
A Parada de 7 de Setembro em Bacabal foi definida com a seguinte programação:
A programação acontecerá no dia 07/09/2016
16h00- Concentração dos alunos e bandas nas mediações da panificadora Aparecida;
17h00- Abertura que acontecerá no palanque localizado no cruzamento da av. Carlos Sardinha, esquina com o Bacabal Shopping.
17h30- Início do desfile.
ROTEIRO DO DESFILE CÍVICO 7 DE SETEMBRO – 2016 EM BACABAL – MA.
  • Início – 17h30 –Rua Getúlio Vargas – Próximo à Panificadora Aparecida.

  • Percurso – Rua Getúlio Vargas (Passando em frente ao palanque que estará no cruzamento da Av. Carlos Sardinha, esquina com o antigo Bacabal Shopping).

  • Encerramento – Rua Getúlio Vargas, nas mediações da Praça Silva Neto.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

DEU NO JORNAL NACIONAL!

NOVA DECISÃO DO STF DIZ CLARAMENTE QUE SÓ VEREADORES TEM COMPETÊNCIA PARA JULGAR AS CONTAS DE PREFEITOS E TORNA-LOS INELEGÍVEIS. 

COM ISSO ZÉ VIEIRA QUE TEM CONDENAÇÕES DO TCU PODERÁ SIM CONCORRER NORMALMENTE AS ELEIÇÕES DESTE ANO, POIS TODAS AS SUAS CONTAS DA ÉPOCA EM QUE FOI PREFEITO FORAM APROVADAS PELA CÂMARA MUNICIPAL BACABALENSE.

ASSISTAM A MATÉRIA EXIBIDA NA REDE GLOBO, NO JORNAL NACIONAL DESTA QUINTA-FEIRA, DIA 18:


COM ESSA DECISÃO DO STF ZÉ VIEIRA SERÁ BENEFICIADO E, CERTAMENTE CAIRÁ
POR TERRA EM UM CURTO ESPAÇO DE TEMPO O PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO DO REGISTRO DE CANDIDATURA DE ZÉ VIEIRA PROPOSTO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL. AO QUE TUDO INDICA, POR FALTA DE BASE O PEDIDO DO MPE SERÁ NEGADO AINDA EM PRIMEIRA INSTÂNCIA (BACABAL).

Coordenação Jurídica afirma que derruba pedido de impugnação da candidatura Zé Vieira junto a Justiça Eleitoral



A coordenação jurídica da campanha do ex-deputado federal José Vieira Lins a prefeitura do município de Bacabal, mesmo entendendo o papel de 'pedir' do Ministério Público Eleitoral, considera esdrúxula e extemporânea a manifestação da 'parte' em tentar impedir a participação do ex-deputado no processo, e afirma que derrubará o requerimento junto a Justiça Eleitoral, a quem compete a decisão sobre o registro da candidatura, que foi protocolado de acordo com o que rege a norma vigente e dentro do prazo legal. A propósito da grande repercussão que o pedido do Ministério Púbico Eleitoral alcançou junto a comunidade bacabalense, a coordenação jurídica da campanha de Zé Vieira, esclarece que o processo requerido é um trâmite comum dentro do direito eleitoral, utilizado em todas as campanhas tanto pelo Ministério Público Eleitoral, quando por candidatos contendedores.

A coordenação jurídica explica que o nome pode impressionar aos leigos, por ser usado sob o formato de corruptela, de acordo com os interesses em jogo, mas o processo de impugnação é apenas o ato de contrariar expondo suas razões de oposição a determinada ideia. Trata-se de ato de oposição muito usado no direito, com a finalidade de refutar alguma decisão ou manifestação da parte contrária.

Contudo a impugnação não tem natureza jurídica de uma nova ação, e sim de mero incidente processual, sendo assim sua decisão será sempre interlocutória, contra a qual caberá recurso de agravo, o que já está sendo executado pela coordenação jurídica da campanha.

Sendo assim o simples ato do Ministério Público em pedir a impugnação da candidatura do ex-deputado José Vieira não o vergasta, o constrange ou o impede de continuar candidato, frisa a coordenação jurídica.

O próprio José Vieira explica e garante que não entrou nesse processo eleitoral para brincar com ninguém. Afirma ter, acima de tudo, extremo respeito e amor pelo povo de Bacabal, vê sua candidatura como uma necessidade, um clamor da comunidade bacabalense. Ele assegura que sua candidatura a prefeito de Bacabal é um processo irreversível, sem volta em sem parada.

"Eu acredito na Justiça e estou aqui porque o povo quer que seja o prefeito de Bacabal. E eu vou ser prefeito de novo", prevê o ex-deputado federal.

Do Blog do Abel Carvalho.

Justiça Eleitoral confirma que Roberto Costa não possui residência fixa em Bacabal


Está disponível ao público no site do TSE - Tribunal Superior Eleitoral, a relação de bens declarados pelos candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador dos mais de 5.000 municípios brasileiros. O sistema CanDex tem como objetivo levar ao conhecimento da sociedade transparência absoluta dos gastos de campanha e, até, quais são os pertences dos candidatos aos cargos políticos partidários disponibilizados no pleito eleitoral de outubro deste ano.  

BACABAL:

É possível notar numa rápida busca pelo sistema CanDex da Justiça Eleitoral, que Roberto Costa é o único candidato que não possui residência fixa na cidade de Bacabal. O endereço declarado pelo candidato a prefeito do PMDB -, do senador João Alberto, é o de uma casa localizado em um dos bairros mais nobres da Ilha de São Luís, capital, o Alto do Renascença. 
Justiça Eleitoral confirma que Roberto Costa não possui residência fixa em Bacabal.

Os demais candidatos a prefeito declararam além dos demais bens, possuir residência (casa, apartamento, etc.), em Bacabal, como você pode observar abaixo. 





Os candidatos Ilton Viana e Bento Vieira não declararam a lista do bens. 

Acessando o site http://www.tse.jus.br/eleicoes você poderá ter acesso ao CanDex e consequentemente a  todos os dados que foram declarados pelos candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador no ato do pedido de registro das candidaturas junto ao Fórum Eleitoral do TRE-MA. 

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Zé Vieira registra candidatura


Fazendo lembrar dois antigos jingles de suas primeiras campanhas, Osso Duro de Roer' e 'Menino Respeita Zé Vieira e resgatando o antigo número 11, acompanhado por centenas de correligionários, por seu candidato a vice, vereador Florêncio Neto (PHS), e por todos os candidatos a uma das 17 vagas de vereador na câmara municipal, o ex-deputado federal - e ex-prefeito da cidade por duas vezes -, José Vieira Lins (PP), registrou hoje, 15, no finalzinho da tarde, a sua esperada candidatura a prefeitura de Bacabal pela Coligação Bacabal Vai Vencer.



O registro de Vieira era aguardado com muita expectativa, e foi alvo de uma série de boatos e insinuações por parte dos seus principais adversários, que anunciaram não ser o ex-deputado federal elegível e afirmaram que o ex-prefeito não conseguiria reunir a documentação exigida pela Justiça Eleitoral dentro estipulado pela Lei, findo na data de hoje.
 

José Vieira Lins agora é candidato a prefeito de Bacabal e está autorizado, a partir de amanhã, 16, a iniciar a sua campanha rumo a prefeitura do município, segundo manda o calendário eleitoral que rege as eleições desse ano.



sábado, 13 de agosto de 2016

Registro da candidatura do ex-deputado Zé Vieira a prefeito de Bacabal acontecerá nesta segunda feira

A coordenação de campanha do ex-deputado José Vieira Lins a prefeito de Bacabal, formada pelo deputado Estadual Carlinhos Florêncio e pelos empresários Jaime Rocha e César Brito, anunciou hoje, 13, sábado, está de posse de toda a documentação exigida pelo Lei Eleitoral e, que dará entrada no pedido de registro da candidatura nesta segunda-feira, 15, junto ao TRE Bacabal.
A efetivação do pedido de registro antes do prazo final determinado por Lei foi adotada pelos coordenadores como forma de abafar uma série, quase incontrolável de boatos, que se espalham na mídia eletrônica, nas redes sociais e, por toda a cidade, dando conta que o nome de Vieira teria sido rejeitado pela Justiça.
 
A coordenação explica, com o aval de seu departamento jurídico, que a situação eleitoral do cidadão José Vieira Lins é de plena normalidade, com a natural preservação de todos os seus direitos.
 
No tocante a sua candidatura a prefeitura de Bacabal, Vieira apenas teve o seu nome homologado em convenção municipal pela Coligação Bacabal Vai Vencer, formada pelas legendas PP, PHS, PPS, PC do B, PMN, PROS, PSD e PSDC.
 
Até o momento, segundo a coordenação, apenas a ata da convenção que homologou o nome de Vieira como candidato foi registrada perante a Justiça Eleitoral, como determina a Lei. O registro efetivo da candidatura será protocolado no TRE - Ma, na próxima segunda, seguindo todos trâmites exigidos pela legislação.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Justiça afasta Lidiane Leite e presidente da Câmara de Bom Jardim


A decisão da Justiça atende a um pedido do Ministério Público do Maranhão (MP-MA) solicitando que a Ação Civil Pública contra Lidiane Leite por Improbidade Administrativa fosse julgada. Na visão do órgão, o retorno de Lidiane ao cargo de prefeita resultaria na continuidade da dilapidação do patrimônio público de Bom Jardim.

Na sentença, a juíza disse que acatou ao pedido do MP-MA “tendo em vista sua recondução ao cargo de Prefeita Municipal desta cidade, em 09/08/2016, em solenidade realizada na Câmara Municipal de Bom Jardim, que, segundo o representante do Ministério Público Estadual, não atendeu as formalidades legais por inexistir o tal ato formal que autorizasse sua recondução ao cargo”.

o presidente afastado da Câmara Municipal de Bom Jardim, Araão Sousa Silva, disse que irá agravar da decisão da juíza alegando que o Ministério Público não solicitou nenhum ofício para averiguar as documentações e que seria abuso de poder por parte do órgão.

Lidiane Leite disse ao G1 que só irá se posicionar depois que tomar ciência da decisão da Justiça.

Recondução
 
Lidiane Leite foi reconduzida ao cargo de prefeita de Bom Jardim na última terça-feira (9) após o Decreto Legislativo 006/2015, que decidiu pela perda do seu mandato ter sido revogado. “Foi uma surpresa para mim. Eu estava voltando até a estudar quando eu fui informada sobre a decisão”, disse Lidiane. Ela havia voltado cenário político da cidade recentemente quando participou de uma convenção partidária.

‘Cidade em festa’
 
O presidente afastado da Câmara Municipal, Araão Sousa Silva, chegou a declarar que a cidade estava em festa com a volta de Lidiane. “O clima que a gente percebe na população daqui é de ansiedade e satisfação. Nós todos estamos muito felizes com a volta dela”, disse em entrevista ao

VÍDEO: Filho de apresentador de TV agride mulher durante Bacabal Folia

bacabal

Na noite de sexta-feira (15/Julho), durante a apresentação da cantora baiana Ivete Sangalo na micareta Bacabal Folia, Alexandro Albert, filho de Jotha Erre – um apresentador  de TV polêmico da cidade – foi flagrado agredindo uma mulher diante de milhares de pessoas.

 VEJA:

No vídeo acima que o blog teve acesso com exclusividade, o herdeiro do apresentador do ‘Balanço Geral’ – exibido ao meio dia na TV Record daquele município – aparece enfurecido, e segue em direção à mulher, nesse momento, de forma covarde puxa seu cabelo e desfere um soco contra o rosto da vítima.
Alexandro só não agride mais a moça porque é contido por sua mãe e outra mulher.
Alexandro Albert, agressor de mulher e retrato da impunidade.

Parecendo estar sob efeito de algum alucinógeno, o agressor anda de um lado para o outro até a chegada da polícia, que parece o prender.
O blog não conseguiu identificar a mulher agredida, tampouco se houve registro de Boletim de Ocorrência ou qual o motivo da agressão, se é que existe justificativa cabível para a selvageria.
O ‘playboy’ agora apelidado de ‘pitbull’ é conhecido em Bacabal como ‘filhinho de papai’, já foi preso por arruaças e  possui fama de ‘garanhão/raparigueiro/ procriador’.

Filho único, mal criado, acostumado com as mãos complacentes e irresponsáveis dos pais, Alexandro apronta direto na cidade, do tipo ‘abre a mala e solta o som’. Não tem cerimônia de estufar o peito e dizer: “meu pai é o cara”.

O apresentador Jotha Erre [ligado ao deputado estadual Roberto Costa, de quem é defensor número 01] , por sua vez, é metido a moralista, paladino da honestidade e dos bons costumes, gosta de repetir durante seu programa que “vagabundo é no cacete”. E agora? O que dizer do próprio filho agressor de mulher?!
Com a palavra a Delegacia da Mulher bacabalense…

Do Blog do Domingos Costa.

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Seletivo do Hospital Regional de Bacabal registra mais de 07 mil inscritos



O seletivo público para o novo Hospital Regional Drª. Laura Vasconcelos, em Bacabal, registrou um total de 7.159 inscritos para concorrer a 297 vagas, e cadastro de reserva, para os cargos de nível fundamental, médio, técnico e superior. Para o cargo de enfermeiro, o salário é de R$ 2.928. O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), divulgará a lista dos candidatos classificados na terça-feira (9). O seletivo está sendo organizado pelo Instituto Vida e Saúde (Invisa).

O resultado final do processo seletivo simplificado será publicado no site http://sistemas.saude.ma.gov.br/invisa/. Serão classificados três candidatos por vaga. Segundo o edital, o segundo e o terceiro colocado por vaga serão classificados para o cadastro de reserva.

Moradora da cidade de Santa Inês, a enfermeira Katerine Macedo Coutinho, de 29 anos, participa do processo seletivo. Com mais de sete anos de formada e com experiência na área de enfermagem, a candidata concorre a uma vaga para enfermeiro administrativo. “Resolvi fazer o seletivo e disputar uma vaga para trabalhar no Hospital Regional de Bacabal, pois faz parte da rede estadual”, explicou a candidata que aguarda com grande expectativa o resultado do seletivo.

Para concorrer, os interessados precisam atender aos seguintes requisitos: possuir idade mínima de 18 anos completos na data de encerramento das inscrições, ser brasileiro nato ou naturalizado ou estrangeiro com visto permanente, comprovação de quitação com as obrigações militares e eleitorais, conclusão do Ensino Fundamental, Médio, Técnico ou Superior de acordo com as exigências da vaga a se candidatar e, também, a condição de regularmente inscrito no conselho regional da respectiva classe profissional com anuidade em dia, se houver.

Seleção

De acordo com o edital do Processo Seletivo Simplificado para o Hospital Regional Drª. Laura Vasconcelos, os candidatos serão avaliados por dois critérios: pontuação por ano da experiência profissional e por títulos acadêmicos (especialização, mestrado e doutorado). O processo terá validade de um ano, a contar da data de publicação do resultado final.

Para as pessoas com deficiência serão reservadas 5% do total das vagas, nos casos em que houver compatibilidade entre a deficiência e a função e/ou área de qualificação indicada no edital.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

VÍDEOS: Convenção do PMDB de Bacabal confirma candidatura de Roberto Costa; centenas de pessoas vindas de outras cidades e grande tumulto marcaram o evento partidário.

Roberto Costa, João Alberto e Júnior do Saae. 
Foi realizada na tarde da última sexta-feira (5), a convenção municipal do Partido da Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) que confirmou as candidaturas do deputado estadual Roberto Costa à prefeitura da cidade de Bacabal e de Dr. Júnior do Saae à vice-prefeito, sendo que o último citado ainda aguarda uma definição quanto imbróglio interno no PSDB a nível estadual que substituiu todos os membros do diretório municipal do partido. Júnior sustenta sua pré-candidatura à vice-prefeito com uma liminar concedida pela Justiça o recolocando na presidência municipal do PSDB. A liminar pode cair a qualquer momento.
 
Na oportunidade o senador João Alberto de Sousa, que é, o presidente estadual do partido e líder detentor de grupo político em Bacabal, concedeu entrevista para o Blog do Israel Braga e confirmou que é ele (João Alberto), o principal avalista da campanha de Costa.

Repórter do Blog: Senador, o fato do candidato Roberto Costa ter sido citado em denuncia sobre desvios de dinheiro público do Detran ? 

Senador João Alberto:
Veja bem, eu confiei muito na Dilma, e, isso não é culpa nossa... Isso é o momento!
Não ficou claro se João Alberto confirmou que realmente Roberto Costa participou de alguma forma dos supostos desvios no Detran-MA que foram denunciados pelo advogado Rafael Silva ou se, talvez, não tenha entendido o teor da pergunta feita pelo nosso jornalista.

CONFIRA ABAIXO O TRECHO DA ENTREVISTA:


Repórter do Blog: Em Bacabal não tem nenhuma pessoa capacitada para ser o candidato digno de contar com o seu apoio?

Senador João Alberto:
Roberto Costa é de Bacabal! ele é melhor que eu (João Alberto). 
 
Questionado sobre o mesmo apoio dado ao saudoso Jocimar Alves, e ao atual prefeito Zé Alberto (Prefeitos que foram apresentados por João Alberto como 'salvadores da pátria' e que fariam Bacabal 'dar a volta por cima' e que na verdade tiveram grandes índices de rejeição popular e que foram abandonados pelo hoje senador João Alberto), ele preferiu se esquivar e não responder a indagação.  

CONFUSÃO, TENTATIVA DE AGRESSÃO E MEDO.

O que mais surpreendeu, é que ao contrario do slogan criado pelos marqueteiros do PMDB "A esperança vencerá o medo..."  na convenção do partido o que prevaleceu mesmo foi, além de muito medo e temor, a sensação de censura explicita. Nas imagens de um grande tumulto que aconteceu na saída do clube Vanguard, Roberto Costa parece dar incentivo para que sua equipe de segurança tome o celular de uma pessoa, pelo simples motivo do possível eleitor estar filmando o constrangimento dele por ter sido indagado pela imprensa sobre o fato de não ser de Bacabal e de ter sido citado em denuncias de esquemas de desvios de dinheiro do Detran. 
 
CANDIDATO DO PMDB PARECIA ESTAR FURIOSO COM A PRESENÇA DA IMPRENSA.
Enquanto os seguranças cumpriam as ordens do chefe, ele (Roberto Costa) empurrava o repórter e apresentador Lenildo Frazão (TV Bacabal) numa clara tentativa de impedir o trabalho do profissional de imprensa que tentava filmar e entrevistar tudo que ali se passava.

VEJA O MOMENTO EXATO:

 
O vídeo acaba antes que seja possível notar se o aparelho foi ou não tomado pelos seguranças do candidato. 

GENTE DE FORA:

FLAGRANTE
Outro fator interessante de ressaltar é a quantidade de vans e ônibus que trouxeram um número expressivo de eleitores de outras cidades como; Olho D'gua, Lago da Pedra, São Luís Gonzaga e São Luís, capital. Até ai tudo bem, é um direito dele, do partido e principalmente das pessoas das outras cidades virem para um evento democrático como esse, se tudo estiver especificado na prestação de contas de campanha, melhor ainda! O grande X da questão é a informação de que essas pessoas teriam reclamado bastante pelo fato de não terem sequer tido o direito de fazer as refeições, chegaram ás 13h e foram embora depois de meia-noite com fome. 

Por Israel Braga 

terça-feira, 2 de agosto de 2016

PSDB estadual nomeia nova Comissão Provisória Municipal em Bacabal e consolida aliança com a candidatura Zé Vieira


A senhora Wédia Duarte Pereira é a nova presidenta da Comissão Provisória Municipal do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) em Bacabal. Ela foi nomeada hoje, 02, pelo Diretório Estadual do Partido, que no Estado é presidido pelo Vice-governador Carlos Brandão.
A constituição de uma nova Comissão Provisória Municipal consolida o processo de aliança entre o PSDB e a Coligação Bacabal Vai Vencer, encabeçada pelo ex-deputado federal José Vieira Lins (PP) e pelo vereador Florêncio Neto (PHS).
A aliança entre os peessedebistas e a Coligação Bacabal Vai Vencer foi articulada pelo deputado estadual Carlinhos Florêncio (PHS) diretamente com o vice-governador Carlos Brandão, controlador da legenda no Estado.
A aliança também vai ao encontro do que foi determinado pelo governador do Estado, Flávio Dino, que determinou que os partidos que se dão apoio e formam a sua base de sustentação só devem se coligar e apoiar candidatos que sejam alinhados ao seu grupo político.
A nova presidenta do PSDB de Bacabal, Wédia Duarte Pereira, tem como companheiros de comissão, a secretária Lucilene Carvalho de Oliveira, o tesoureiro Moisés dos Santos e os membros Ramelly Costa Nogueira e André Nascimento dos Santos.

EXPLICAÇÃO ATEMPORAL
Foto montagem não é crime - A foto montagem é um artifício técnico, hoje digital, usado para ilustrar uma matéria jornalistica e pode ser usada livremente de acordo com a necessidade exigida pelo texto que está sendo redigido.
Abaixo seguem alguns exemplos que foto montagens que eu já utilizei aqui no blog:


Essa é minha...
...essa é minha...
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a presidente Dilma Rousseff e o juiz federal Sergio Moro (Foto: Daniel Teixeira/Estadão Conteúdo/Arquivo; Gisele Pimenta/Framephoto/Estadão Conteúdo)
...essa eu extrair do G1.
Alteração ou adulteração é crime - A alteração ou adulteração de uma fotografia em seu conteúdo original com o objetivo de maquiar ou alterar esse conteúdo no sentido de fraudá-lo mudando o seu sentido é crime.
Foto montagem feita por mim...
...ela é uma montagem desta foto...
...e desta foto.
O objetivo da montagem foi apenas ilustrar a matéria. Se eu quisesse ludibriar alguém fazendo uso do processo da adulteração eu teria usado a foto aí de cima, preste atenção na imagem e posição do governador do Estado Flávio Dino, eu teria procedido como mostra a foto montei, para explicar como o processo funciona, que segue abaixo:

Aqui, usando o Corel Draw, eu cortei as imagens dos ex-deputados Rubens Pereira e Zé Vieira, dos secretários Marcelo Tavares e Márcio Jerry e, substituir a imagem do Governador Flávio Dino pelo vice-governador Carlos Brandão, superpus uma sobre a outra, nem mesmo recortei o governador.
Contudo, os princípios éticos que aprendi com a minha família, além do código de respeito que tenho e cumpro como a minha profissão, não me permitem fazer uso de tão escuso artifício.

Por Abel Carvalho